Escolas – Sistema Educacional

A Pastoral Escolar da Inspetoria Imaculada Auxiliadora propõe um novo modelo de escola na qual a transmissão de conhecimento não é o único objetivo. Acreditamos que a relação didático-pedagógica do educador-educando em sala de aula, transcende o transmitir conhecimento e passa pela criação de oportunidades básicas para que o sujeito-educando construa o saber, o saber- fazer, o saber-ser, o saber-conviver.

Nossa missão educativa se funda na centralidade da pessoa humana e tem como meta a comunhão social: justa, fraterna, solidária, participativa, livre, democrata, a serviço da vida.

Entendemos que a escola tem um papel decisivo na transformação social: ela se transforma em um laboratório de convivência da cidadania e de educação para o diálogo.

No contexto global que estamos vivendo, compreendemos que é preciso buscar um modo diferente de se fazer escola, sintonizada com os desafios e inovações no âmbito educacional.

Preocupamo-nos em seguir as orientações da Lei Diretrizes e Bases (LDB), dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), do Ministério da Educação e Cultura (MEC), da Rede Salesiana de Escolas (RSE) e com nosso carisma educativo fundado no Sistema Preventivo de Dom Bosco e, na alegria e simplicidade de nossa co-fundadora Maria Domingas Mazzarello. Portanto, nossa missão se fundamenta no tripé da salesianidade educativa: razão, religião e amorevolezza.

Como Educadores (Colaboradores e FMA), primamos por uma educação consciente e livre que vise:

  • a reciprocidade;
  • a diferença;
  • a amorevolezza;
  • a transformação (do pensar e agir, conhecer e realizar);
  • a solidariedade;
  • ao transcendente;
  • a construção de pessoas.

Nos empenhamos por uma escola que se propõe :

  • a ser casa que acolhe;
  • a ser família na qual cada membro se sinta amado e respeitado, que aprenda a amar e a respeitar o outro, convivendo em um ambiente de paz;
  • a oferecer condições para que os educandos desenvolvam a criatividade e o senso crítico, a abertura e a flexibilidade, ajudando-os a se tornarem capazes de interpretar a realidade, descobrir os significados da experiência pessoal e social, e realizar ações concretas para o crescimento de sua própria pessoa e da comunidade;
  • a oportunizar a experiência da vida como festa, pela vivência do espírito de família, que é o oxigênio da pedagogia salesiana, oferecendo atividades complementares essenciais como teatro, música, dança, esportes, celebrações eucarísticas, excursões culturais, jornadas de reflexão.

Nosso desafio é estarmos juntos, educador-educando no processo de abertura interior, de construção para a vida, apresentando um novo enfoque ético, rico em valores que os engrandeçam como pessoas amadas por Deus, comprometidas com o mundo.

Nossa tarefa é ajudar os jovens a serem protagonistas no processo da construção do conhecimento, abertos aos fenômenos do mundo emergente, comprometidos com a história, integrados na sociedade civil e eclesial, experenciando a reciprocidade, o exercício de cidadania, com capacidade de decisão e de projetualidade, respondendo criativamente ao projeto de Deus.