Paz e bem! (Empatia)

Texto por: Capelania do Hospital São Julião | Campo Grande, MS

“De tal modo Deus amou o mundo que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus não enviou seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele.” (João 3,16-17)

Empatia é a faculdade de sentir e compreender emocionalmente outra pessoa, imaginando-se no lugar dela, nas mesmas circunstâncias; é colocar-se no lugar do outro, sem deixar o próprio lugar. Ser empático é sintonizar os corações, é ser solidário com a dor do outro, é compartilhar a dor e a alegria, o sofrimento e a vitória. A empatia é uma forma de amar. Quando cultivamos esta faculdade da empatia, tornamo-nos menos egoístas e insensíveis; cultivamos a solidariedade e deixamos a solidão ir embora. Deus é exemplo, por excelência, de empatia. Para salvar a humanidade, Ele assumiu a humanidade; Ele nos conhece desde dentro! Agindo assim, divinizou a humanidade. Em Jesus, está em Deus a nossa humanidade redimida. Empatia como esta não existe! Amor como este só pode ser divino!

Obrigado(a), Senhor, pelo Amor que tens para comigo e por toda a humanidade! É o teu Amor que alimenta em mim a empatia para com meus familiares, amigos e tantas pessoas que me deste a graça de amar. Eu te louvo pelo amor e pela gratidão que alimentas em meu coração humano! Ajuda-me a ser presença de tua empatia e do teu amor onde eu estiver, especialmente junto às pessoas que sofrem! Amém!

Saúde! Deus te abençoe! Abraço.