Paz e bem! (Abraço)

Texto por: Capelania do Hospital São Julião - Campo Grande, MS

paz e bem abraço - Paz e bem! (Abraço)

“Para tudo há um tempo, para cada coisa há um momento debaixo do céu: …tempo de abraçar e tempo de apartar-se.”  (Eclesiastes 3,1.5b)

O abraço é a experiência gostosa de aproximar os corações que se amam e apaziguar os corações que “se estranham” de vez em quando! Diz-se que 20 segundos de abraço podem fazer muito bem à saúde, pois é o tempo para serem liberados o “hormônio do amor e da felicidade” chamado oxitocina, o hormônio do prazer, a dopamina, e o hormônio do bem-estar, associado ao bom humor, a serotonina. O abraço é terapêutico, sem dúvida: faz bem à saúde, torna as pessoas mais felizes, reduz o estresse, oferece proteção e aconchego, alimenta a empatia e a compreensão mútua nos relacionamentos e traz o céu para mais perto da gente! Tanta coisa boa assim de graça! E como arrumamos dificuldades para dar um abraço!… E como deixamos para amanhã o abraço que poderia ter sido dado ontem, hoje e amanhã e sempre! A psicoterapeuta norte-americana Virginia Satir resume assim a importância do abraço: “Precisamos de 4 abraços por dia para sobreviver. Precisamos de 8 abraços por dia para nos manter. Precisamos de 12 abraços por dia para crescer”. Ao abraço, gente!

Senhor, bom e amável Deus! Eu te agradeço pelo abraço de vida e de amor que me dás todos os dias! A cada amanhecer sou agraciado(a) pelo teu abraço de misericórdia e de perdão! Ajuda-me a levar aos meus irmãos e irmãs este teu abraço de vida e de paz! Amém!

Saúde! Deus te abençoe! Abraço.