Hospital Auxiliadora recebe mais 20 respiradores da Prefeitura Municipal

Texto por: Assessoria de Comunicação do Hospital Auxiliadora

O Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, recebeu nesta quarta-feira (19) as últimas 20 unidades de respiradores da marca Mindray, modelo SV300, das 40 adquiridas pelo Município, os aparelhos chegam para reforçar o atendimento de pacientes suspeitos e confirmados na UTI-Covid do Hospital.

Com investimento total de R$ 3,4 milhões, cada aparelho teve o preço de R$ 85 mil, o total foram 40 respiradores que estão como empréstimo ao Hospital Auxiliadora neste momento de pandemia.

De acordo com a diretora geral do HNSA, Ir. Nilda Cavalcante, é uma forma de agradecimento de todas as frentes que estão se empenhando e fazendo de tudo para atender os pacientes. “Que tudo isso seja um dom de Deus, seja uma providencia para salvar vidas. Como Deus é bom, dá capacidade e inteligência ao homem para criar instrumentos para salvar a vida e o Hospital recebendo esses instrumentos para poder ter a capacidade do atendimento”, disse

O diretor executivo do Hospital, Marco Calderon agradece o empenho do município. “´É um investimento que hoje o hospital foi contemplado para atender os pacientes vítimas do Covid-19. Graças a Deus a pandemia aqui está sendo controlada, pelo trabalho que toda equipe e o Município vem realizando no enfrentamento e hoje recebemos mais 20 equipamentos para dar suporte aos nossos atendimentos”, afirmou.

As coordenadoras da UTI-Covid Dra. Vanessa Alves Lima e Dra. Ana Cláudia Cano agradecem a entrega. “Queremos enfatizar o empenho da administração do Hospital e da Administração Municipal, nós que estamos na linha de frente sentimos mais tranquilidade e segurança para, pois é um aparelho de última geração que tem todos os recursos que precisamos para uma Unidade de Terapia Intensiva”, concluíram.

Segundo a secretaria de saúde de Três Lagoas Angelina Zuque, “ter esses aparelhos é mais uma ação antecipada da Administração Municipal no enfrentamento ao novo coronavírus e isso demonstra respeito à população, pois se ocorrer aumento dos caros positivos que necessitem de UTI, o Hospital estará preparado”, finalizou.

O Hospital conta hoje com 30 leitos UTI-COVID e busca o credenciamento de novos leitos junto ao Ministério da Saúde.