Crônica: A Casinha do Bosque

Texto por: Roberto Pellizzer

 

casinha do bosque - Crônica: A Casinha do Bosque

“Estava um pequeno menino nos anos 1980 a morar num lindo lugar. Neste lindo lugar existia uma bela casinha num lugar afastado, existia um lindo bosque que dava acesso a esta linda casinha que foi deixada pela antiga administração, para uma Congregação Salesiana de freiras dentro de um Hospital. Ali passaram tantas destas freiras que trouxeram alívio e paz a tantas pessoas. Quantos exemplos este menino teve, quantas lições e ensinamentos ao longo de décadas, um local que ele frequentava não somente para momentos de refeição/lanche, mas principalmente para aprender, para sentir-se amado por aquelas queridas freiras que deixaram suas famílias, suas vidas, principalmente vieram de outro continente para dar o amor que traziam a tantas pessoas em várias missões  no Brasil e América Latina afora.

Os anos foram passando, estas irmãs por algum motivo (idade ou saúde) foram indo embora, vieram outras sempre com mesmo empenho e dedicação e a congregação assim pode desempenhar um lindo papel na reestruturação deste lugar maravilhoso. Agora porém, me parece que não haverá mais ninguém desta Congregação neste hospital? Vejam quão duro foi o destino com todas elas e com esta linda história que jamais poderia acabar!

Me pergunto, o por quê disto? Como impedir que tudo isso acabe e que alguma outra querida irmã/freira possa dar continuidade a esta história de amor e doação?

Não consigo assimilar isto, não posso pensar em tal assunto sem sentir uma dor profunda em meu coração. Parece algo simples para tantos, às vezes até mesmo fazia parte do destino, às vezes uma decisão normal, fática, algo que deveria acontecer mesmo, mas não dá para imaginar aquela linda casinha sem o movimento das queridas freirinhas chegando e saindo com motocas, de carro, trazidas por alguém e sempre com a companhia de animais de estimação. Puxa aquele pequeno lindo lugar ficará vazio! Ah Aquele lindo lugar… aquele lindo lugar que um dia um menino conheceu e aprendeu a gostar de verdade … Ah aquele lindo lugar“

HSJ resize - Crônica: A Casinha do Bosque