Construindo Saberes – Campo Grande/MS

construindo saberes - Construindo Saberes - Campo Grande/MS

PROJETO CONSTRUINDO SABERES

Ações desenvolvidas: 

  • Participação de crianças e adolescentes nos diferentes espaços de convivência comunitária, valorizando sua contribuição que podem oferecer na construção de uma sociedade mais justa e participativa;
  • Oficinas de musicalização – instrumental
  • Oficinas de cidadania
  • Participação nos espaços de controle social de conferências e encontros juvenis.
  • Oficina de artes, esporte e jogos educativos.

Público-alvo: Crianças, adolescentes, comunidade e famílias da região do segredo compreendendo a região Bairro Jardim Seminário – Campo Grande /MS

Sede: Inspetoria Imaculada Auxiliadora

CNPJ: 03.244.324/0001-63
Endereço: Rua Padre João Crippa nº 1959
Caixa Postal 113 – Campo Grande-MS
Telefone: 67 3324-6144

Comunidade Acolhedora: Associação de Moradores do Assentamento Bom Retiro

Rua Pedro José dos Santos, quadra 5, lote 35
Bairro Bom Retiro – Campo Grande – MS

O Projeto Construindo Saberes idealizado pela Inspetoria Imaculada Auxiliadora começou a funcionar em 2 de abril de 2014 na cidade de Campo Grande em Mato Grosso do Sul.

O seu objetivo geral é executar ações sócio educativa direta para as crianças, adolescentes e famílias em situação de vulnerabilidade e risco social, fortalecendo os vínculos familiares e comunitários, incentivando a participação e o acesso nos serviços da assistência social e aos serviços de atendimento e defesa e garantia de direitos sociais, programas e projetos.

Desta forma o projeto visa então contribuir para o desenvolvimento e o protagonismo dos grupos, da comunidade, das famílias e dos usuários da assistência social, especialmente dos que vivem em situação de vulnerabilidade na sociedade.

 

ABRANGÊNCIA TERRITORIAL 

A instituição com sede na área central tem como referência a Secretaria Municipal da Assistência Social– SAS, entretanto o CRAS de referencia e abrangência das ações é o CRAS VILA NASSER.

As atividades para crianças e adolescentes abrangem o Bairro Santa Luzia, localizado na região norte da cidade de Campo Grande e atende diretamente o assentamento Bom Retiro que são crianças e adolescentes de regiões próximas, desde que esteja dentro do perfil sócio econômico e em situação de vulnerabilidade social.

Bom Retiro é uma região que ainda se encontra em situação de vulnerabilidade social, pois, não é atendida por todas as políticas públicas como: educação, saúde, segurança e moradia digna.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS 

A metodologia desenvolvida consiste em acompanhar e estimular as famílias para o seu desenvolvimento social e pessoal, criar oportunidades para acesso a bens e serviços, identificar e fortalecer as potencialidades das famílias e ampliar o universo social, cultural e de conhecimentos. Após inscrição e análise da situação econômica e da estrutura familiar, as ações serão direcionadas e pautadas na disseminação de conhecimentos nas áreas de Direitos humanos, Constituição Federal, ECA, o protagonismo e na informação procurando orientar os usuários sobre as políticas públicas existentes no território onde as pessoas atendidas residem.

Serão utilizados instrumentais técnicos operativos como entrevistas, reuniões, grupos socioeducativos e visitas domiciliares sendo que os processos de atendimento às famílias serão através de procura espontânea ou por encaminhamentos de outras instituições. Serão utilizadas as seguintes formas de trabalho e instrumentais:

  1. Acolhida, escuta qualificada dos usuários e novos usuários, por meio de triagem, entrevista social e cadastro das pessoas em situação de vulnerabilidade social.
    Objetivo:
    acolher, identificar e conhecer o perfil e as necessidades sociais e realizar cadastramento para atendimento.
  2. Oficinas lúdicas e temáticas
    Objetivo:
    Desenvolver atividades com temáticas em direitos humanos de crianças e adolescentes que possam proporcionar o conhecimento e desenvolvimento do protagonismo.
    Desenvolver as habilidades culturais através das oficinas instrumentais como violão, canto e artes.
  3. Atendimento social Individual
    Objetivo:
    Realizar atendimento social individual por meio de orientação, conforme as necessidades sociais identificadas, buscando promover a autonomia e a inclusão social.
  4. Encaminhamentos Sociais e monitoramento com devolutivas
    Objetivo:
    Realizar Encaminhamento Social fomentando o acesso as políticas públicas e o sistema de garantia de direitos sociais. Monitorar os encaminhamentos sociais de forma a quantificar e qualificar os atendimentos realizados, mantendo o monitoramento das devolutivas e suas resoluções com registros padrão das situações vividas pelo usuário.
  5. Encontro de Convivência Comunitária e Fortalecimento de Vínculos com grupos de usuários da assistência social: criança, adolescentes, jovens e família
    Objetivos:
    Propiciar momentos de encontro para fortalecimento de vínculos sociais, comunitários, familiares e entre os próprios usuários, a fim de complementar o trabalho social com as famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social.
  6. Visitas Domiciliar aos usuários e suas famílias
    Objetivo:
    Averiguar as necessidades sociais e comunitárias e evidências de violação de direitos; Realizar escuta qualificada e orientação social especialmente aos usuários da assistência social.
  7. Encontro com famílias
    Objetivo:
    Apoiar, orientar, acompanhar as famílias para promoção de direitos sociais, fortalecimento de vínculos, fortalecimento da função protetiva da família, por meio de conversas e ações que qualifiquem os usuários.

 

construindo saberes 1 - Construindo Saberes - Campo Grande/MS