100 Anos: Hospital Auxiliadora inaugura obra do novo Centro de Hemodiálise e Maternidade

Texto por: Assessoria de Comunicação do Hospital Auxiliadora

100 Anos de  Missão com a Vida

Nesta sexta-feira (03), o novo Centro Avançado de Hemodiálise do Hospital Auxiliadora inaugurou, uma estrutura totalmente ampla, moderna e que atenderá a macrorregião da Costa Leste, composta por aproximadamente 300 mil habitantes, Também no mesmo dia, foi inaugurada a maternidade Dr. Munir Thomé, um local totalmente novo para receber as gestantes. O hospital faz parte do Programa da Rede Cegonha, sendo possível a melhoria da ambiência para os atendimentos da maternidade, através de recursos FUMCAD (Fundo Municipal da Criança e do Adolescente) pelo intermédio do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Três Lagoas). A conquista é fruto de uma parceria de trabalho entre o Hospital, governo do Estado e parlamentares da bancada sul-mato-grossense no Congresso e a própria população que contribui mensalmente. A inauguração marca o lançamento dos 100 anos do Hospital.

O início da cerimônia aconteceu às 10h00 no prédio do Centro Avançado de Hemodiálise, localizado na Rua Paranaíba, a entrada principal do Hospital. O setor atualmente conta com 14 cadeiras. Com o centro de diálise irá contar com 20 cadeiras, atualmente atende 84 pacientes, após a inauguração irá passar para 120 pacientes que irão realizar as terapias renais substitutivas, em 3 turnos, contemplando a 2ª fase do projeto. Cerca de 12 pessoas que realizam atendimento em Paranaíba, com a inauguração irão realizar em Três Lagoas, no Hospital Auxiliadora. O Hospital busca viabilizar o custeio da 3ª fase que irá ampliar ainda mais o setor em sua operação total poderá atender 180 pacientes.

Para abrigar o Centro Avançado em Hemodiálise, o Hospital construiu uma nova área de 250 metros quadrados, custeada por uma emenda do então senador Waldemir Moka, do ano de 2014, no valor de R$ 500 mil e também parte da aquisição das novas máquinas foram através de recursos de emendas do secretário de Saúde do Estado Geraldo Resende, quando exercia o mandato de deputado federal no valor de R$ 500mil e valores financeiros custeados pelo próprio hospital. O antigo departamento de hemodiálise futuramente será transformado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde também viabilizou recurso, através do Termo de Fomento, no valor de R$ 269 mil para o Sistema de Osmose Reversa Fixa e Portátil, 2 máquinas de hemodiálise e 1 aspirador cirúrgico. O sistema de Osmose é utilizado para realizar a purificação da água, eliminando até 99,98% dos sais minerais, metais pesados e microrganismos que possam estar presentes na água sem a utilização de produtos químicos.

MATERNIDADE

A maternidade do Hospital Auxiliadora com a nova estrutura terá uma ambiência totalmente nova e um ambiente mais favorável, tranquilo e aconchegante para as gestantes conseguirem desenvolver o trabalho de parto, além de vários equipamentos para evolução do trabalho do parto normal como: baqueta de parto, bola suíça, cama PPP, escada de ling e toda estrutura física e humana necessária para que o atendimento seja humanizado. No local terá um pronto socorro com recepção e salas de consulta e acolhimento da equipe de enfermagem, com sala de medição e o centro de parto com 3 camas PPP de observação e 11 leitos pós operatório e uma unidade de estabilização neonatal. Em breve iremos adquirir através de parceria com a hidrelétrica CTG:  camas elétricas, poltronas para acompanhante berço aquecido de recepção, mesa ginecológica, berço RN.